Chácara Jr.

O SIGNIFICADO DOS NOMES DE DEUS (Luiz Sayão)


Nunca na história da igreja evangélica brasileira falou-se tanto sobre os nomes de Deus. Já existem até diversos hinetos que desfilam uma grande variedade de nomes divinos, muitas vezes cantados no idioma hebraico (nem sempre correto). Além dessa tendência, deve-se acrescentar o fato de que diversos nomes de Deus têm sido usados com freqüência de maneira quase que mágica no contexto evangélico atual. É só pronunciar este ou aquele nome divino para se conseguir a realização de qualquer desejo, conforme alguns. A questão dos nomes e seus significados na Bíblia, particularmente os nomes de Deus, certamente merece atenção diante da grande desorientação hodiernO.
Inicialmente é preciso destacar que o propósito fundamental das Escrituras é revelar Deus ao ser humano. Portanto, os nomes de Deus na Bíblia têm a finalidade de revelar-nos o caráter e os atributos do próprio Deus. Cada nome divino revela-nos como Deus deseja ser conhecido por nós. Falam-nos sobre quem Deus é e como ele age em relação ao homem. É por este motivo que Deus aparece com vários nomes nas páginas sagradas. Cada um desses nomes revela uma característica específica de Deus. Portanto, os nomes divinos não são “fórmulas mágicas” que funcionam de maneira pragmática. Não podemos tratá-los como “varas de condão” que fazem as coisas acontecer. Esse tipo de raciocínio equivocado têm levado muitas pessoas a acreditar que o simples “pronunciar” de um nome divino “libera” alguma energia espiritual poderosa. Nada pode estar mais longe da verdade. O nome divino tem real valor por causa do próprio Deus. O uso mágico do nome de Deus ou de Jesus não funciona, como não funcionou no caso dos filhos de Ceva (At 19.14-16).
Nem todos sabem que diferentemente da visão bíblica, o pensamento mágico pagão acreditava no poder autônomo da palavra mágica. A idéia pagã é que o mundo é regido por forças e poderem ocultos que podem ser domesticados por quem descobre certas fórmulas ocultas. Esta é a idéia do “abracadabra” e do “abre-te-sésamo”. No pensamento bíblico é Deus quem age, e não o homem que o controla por meio de fórmulas. Talvez a maior confusão na prática esteja no mal uso da frase “o que vocês pedirem em meu nome, eu farei” (Jo 14.14 – NVI). A palavra de Jesus não significa que basta mencionarmos o seu nome, e tudo acontecerá automaticamente. Pedri alguma coisa “em nome de Jesus” significa pedir alguma coisa segundo a vontade de Deus (1Jo 5.14). Pedir em nome de Jesus é pedir o que Jesus pediria. Pedir em seu nome é como “agir por procuração”: não é a minha vontade que será feita por meio de Jesus, mas sim a vontade dele que se realizará por meio da minha oração.
Deus é descrito de maneira específica por diversos nomes hebraicos no Antigo Testamento. Entre eles merecem especial destaque os termos Elohim, Javé e Adonai. Elohim (e El) é o nome hebraico genérico para Deus. Seu significado etimológico é “força, poder”, e refere-se a Deus como criador, como ser transcendente e como Deus acima de todos os outros. Uma curiosidade interessante sobre o nome Elohim é que se trata de um substantivo em forma plural no hebraico; todavia o verbo que o acompanha na frase aparece no singular. Já o nome El é usado para compor outros nomes divinos (como El Shadai) e também para formar nomes hebraicos comuns como Daniel e Samuel.
Já o nome Adonai refere-se ao senhorio de Deus. O significado literal é senhor, mas nunca é usado para se referir ao homem. Adonai destaca a soberania também a plena soberania de Deus.
Não há dúvida de que o nome que mais define o próprio Deus é Javé. O termo hebraico seria YHWH. Os judeus deixaram de pronunciar o nome divino por respeito, e a pronúncia perfeita se perdeu. Por esta razão as consoantes do nome YHWH receberam as vogais de Adonai, o que veio a gerar o nome Yehowah, conhecido em português como Jeová. Todavia, os estudiosos hoje concordam, principalmente com base nas antigas transliterações gregas, que o nome divino seria Yaweh, ou seja, Javé em português. Infelizmente nossa tradição consagrou o SENHOR como tradução de um nome tão específico e particular de Deus.
O significado de Javé é “Eu Sou” ou “Sempre estarei sendo”, ou como gostam os judeus “o Eterno”. A forma é uma abreviação do “Eu sou o que sou” dito por Deus a Moisés em Êxodo 3.13,14. Javé é o nome pessoal do Deus vivo que age na história de seu povo. É o Deus da aliança com o povo que sai do Egito, destacando a imanência divina. Por isso destaca-se em Javé o seu amor e a sua fidelidade para com o seu povo. Até hoje os judeus evitam pronunciar o nome mais sagrado de Deus para não usá-lo em vão. Podemos imaginar a dificuldade dos mesmos diante da declação de Jesus em João 8.58 que afirmou “Eu sou”. A identificação de Jesus com Javé ficou mais do que clara.
Além disso, Deus é descrito na Bíblia por alguns outros nomes, muitos nomes compostos e diversas metáforas e figuras. Não há espaço suficiente para apresentar todos eles aqui. Todavia, segue uma boa lista dos principais nomes divinos que aparecem na Bíblia e com o seu significado:


Nome:                                                Significado:

Javé                                                    O Auto-Existente – o nome próprio de Deus

Elohim                                                Forte

El-olam                                               Deus eterno

El-Shadai                                           Todo-Poderoso

El-Elyon                                              Deus Altíssimo

Adonai                                                Senhor, Soberano

Jeová-Jireh                                         O SENHOR Proverá

Jeová-Nissi                                         O SENHOR é minha bandeira

Jeová-Shalom                                    O SENHOR é Paz

Jeová-Tsidkenu                                  O SENHOR é nossa justiça

Jeová-Shamá                                     O SENHOR está ali (presença)

Jeová-Tsavaot                                    SENHOR dos Exércitos, Salvador e Protetor

Santo de Israel                                   Santidade

Rocha                                                 Confiável

Abir                                                     Poderoso

Gibor                                                  Valente, Poderoso

Tsadiq                                                Justo, Reto

Qoneh                                                 Zeloso

Ancião de Dias                                 Juízo, Eternidade

Altíssimo                                            Transcendente

Abba                                                  Pai

Despotes (grego)                             Senhor

Theos (grego)                                   Deus

Kyrios (grego)                                   Senhor

 

LUIZ SAYÃO

Comentários   

 
#10 significado dos nomesmayra 28-06-2014 17:00
Se com 15 anos se pode vero significado dos nomes eu acho injusto eu acho que apartir de 10 anos eu posso ver o significadodo meu nome...
Porque esperar fazer 15para ir ao encontro com deus é muito tempo...
 
 
#9 jeovaflavio marcilio 21-06-2014 08:11
Jeová é correto esse nome Jeová? já que não tem a letra J no hebraico.
 
 
#8 nome Deuspri 17-01-2014 16:36
gffw
 
 
+1 #7 dhemaGuest 09-07-2013 11:20
e nenhum desses nomes são o nome sagrado pois nós pecadores não é dado a conhecer os mistérios do eterno
 
 
-1 #6 estudante TeologiaGuest 15-01-2013 13:23
Porque não reconhecemos o Livro de Enoque (é interessante que nos libertemos dos concílios políticos de Níceia e Constantinopla) , com conseguiriámos uma sequencia para o capítulo 6 do Genêsis...
 
 
+2 #5 dízimosGuest 02-01-2013 10:59
Gostaria que o senhor escrevesse um artigo sobre dízimos.
Graça e Paz!
 
 
-2 #4 a mensagemGuest 25-06-2012 12:50
Cuidado com a "BÍBLIA A MENSAGEM"! Ela distorce textos fundamentais( Mt 24:26-28) afim de dar crédito a Teologia Dispensacionali sta pre-tribulacion al. Essa teologia é uma heresia que contaminou a maioria das igrejas protestantes ocidentais. Pesquisem sobre John Nelson Darby, Margaret Macdonald, Dave MacPherson, Tim LaHaye e Jerry B. Jenkins. Pesquisem e fujam do engano !

Este é mais um texto que o Pr. Luiz Sayão e CIA distorceu: "Como é que vocês têm a coragem de dizer: “Nós somos sábios, nós temos a Lei do Senhor”? Mas vejam! Os mestres da Lei desonestos têm falsificado a Lei quando a copiam." (Jer 8:8)

-Porque omitir? Não será porque ele pratica o mesmo?
 
 
+1 #3 DeusGuest 21-04-2012 16:46
muito obrigado isso vai virar musica em nome de Jesus
literalmente
 
 
+1 #2 Os nomes de DeusGuest 21-02-2011 11:45
Bom artigo do Pr. Luiz Sayão/ aproveito oportunidde para parabenizar a igreja pelo aniversário e o nobre colega Pr. Israel Belo
 
 
+2 #1 Os nomes de DeusGuest 21-02-2011 09:29
Graça e paz,
Gostaria de parabenizar o pastor Luiz Saião pela sensibilidade de diante dessa questão. É lamentável ver pessoas até mesmo "crentes" se apoderando desses mecanismos para viver a sua fé, ou usá-los como istrumento persuasivo. Sem dúvida esta contribuição do pastor é de uma importância ímpar para o esclarecimento sobre os nomes de Deus.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar