Chácara Jr.

Isaías 55: PARA QUEM TEM SEDE

PARA QUEM TEM SEDE
Isaías 55

O QUE NOS FAZ TER SEDE
1. A nossa condição humana: todos queremos viver.

2. A promessa bíblica (vv. 11-13)
"Assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: ela não voltará para mim vazia, mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei. Vocês sairão em júbilo e serão conduzidos em paz; os montes e colinas irromperão em canto diante de vocês, e todas as árvores do campo baterão palmas. No lugar do espinheiro crescerá o pinheiro, e em vez de roseiras bravas crescerá a murta. Isso resultará em renome para o Senhor, para sinal eterno, que não será destruído." (vv. 11-13

Há um  propósito de Deus para nós (v. 11).
Espinheiro # pinheiro (árvore grande, bonita, destacada, desejada)
Roseira brava # murta (pequeno arbusto, de folhas pequenas)
Aquilo que nos causa dor será transformado em bênção... por Deus.
O tempo de hoje será transformado amanhã em tempo de beleza e alegria... por Deus.

1. Uma vida de alegria graças a Deus (v. 12)
2. Uma vida de paz concedida por Deus (v. 12)
3. Uma vida cuidada por Deus (v. 13)

O QUE NOS IMPEDE DE SACIAR A SEDE
1. O mundo em que vivemos (Isaías = cativeiro; voltar ou ficar). A pressão é terrível, quase insuportável. Ficar com (como ficar no cativeiro) é uma sedução.

2. Nossa própria condição
2.1. Nossa falta de saúde (biológica ou emocional)
2.2. Nosso conformismo ao temperamento (que disputa o senhorio do Espírito sobre nós, embora sejamos lembrados que não recebemos um "espírito de covaria, masde poder, de amor e de equilíbrio" (2Timóteo 1.7):
2.3. A submissão ao nosso caráter ("Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativose, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. ASSIM FORAM ALGUNS DE VOCÊS. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus.
(1Coríntios 6.9-11)
2.4. Nosso compromisso (precisamos passar do conhecimento à obediência).


O QUE FAZER PARA SACIAR A SEDE
1. Saber Quem é a Fonte e confiar nela (vv. 8-9).
("Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos -- declara o Senhor. Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os meus pensamentos [são] mais altos do que os seus pensamentos". -- vv. 8-9)

Deus trabalha diferente de nós. Ele salva pela graça, sem esforço humano. Somos salvos pela graça (Efésios 2).

Deus ama diferente de nós. Ele cuida de nós, não em função do reconhecimento recíproco.
Deus conhece diferente. Ele conhece de modo infinito todas as nossas necessidades, fraquezas, potencialidades, motivações.

Não somos nossa própria fonte. O saber deste mundo não é nossa fonte.

2. Não se contentar com a sua qualidade espiritual e se dispor a ir á Fonte (v. 1).
"Venham, todos vocês que estão com sede, venham às águas; e vocês que não possuem dinheiro algum, venham, comprem e comam! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo" (v. 1).

Só Deus pode satisfazer as nossas necessidades mais profundas, simbolizados na água, no vinho, no leite e no pão (Page Kelley).
 
3. Ficar junto à Fonte, não ao consumo rápido de Deus.
3.1. Desejos o essencial (vv. 2-3).
"Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão, e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará com a mais fina refeição. Dêem-me ouvidos e venham a mim; ouçam-me, para que sua alma viva. Farei uma aliança eterna com vocês, minha fidelidade prometida a Davi" (vv. 2-3).

Em que estamos gastando a nossa vida? Em busca de bênção material. As águas a que somos convidados incluem a dimensão material, mas vão além.
Não nos percamos o que parece espiritual.
A oração que não devemos fazer: "dá-me paciência, neste instante"; "da-me crescimento espiritual já".

3.2. Dediquemo-nos a buscar o Senhor (v. 6).
"Busquem o Senhor enquanto é possível achá-lo; clamem por ele enquanto está perto" (v. 6).
Quando não o poderemos buscar? No caso dos israelitas, se não voltassem do cativeiro para a terra que um dia habitaram. No caso, adiar a escolha. Também: viver uma vida de faz-de-conta que busca o Senhor.

3.3. Voltemo-nos para o Senhor (v. 7)
"Que o ímpio abandone o seu caminho, e o homem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois ele dá de bom grado o seu perdão" (verso 7).


O CONVITE
Quando Deus nos dá algo, Ele se dá a si mesmo. Quando recebemos algo dEle, nós O recebemos a Ele mesmo. (Page Kelly).

É preciso ir/sair/dispor-se/decidir.
"Venham" (v. 1). Venham, comprem e comam.
"Ouçam (vv.2 e 3)". Ouçam. Inclinem os ouvidos. OBEDEÇAM!
"Vejam" (v. 4). Vejam o que Deus faz. RELEMBREM!
"Busquem" (v. 6). Clamem por Ele. Anseiem por Ele. DESEJEM!
"Voltem-se" (v. 7) para Deus. PONHAM-SE A CAMINHO!

Comentários   

 
0 #1 a graça no tempo da leiGuest 21-04-2013 10:06
b/uabc muito bom obrigado foi muito prazeroso e de muita utilidade
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar