Chácara Jr.

VÃO, OU EM VÃO? (Adalberto Alves de Sousa)

         VÃO, OU EM VÃO?
Por Adalberto Alves de Sousa
       alt

Recordando: normalmente só podemos classificar uma palavra quando ela se encontra em um contexto. Veja, por exemplo, a palavra “rico”. Em “Era Abrão muito rico” (Gn 13.2a), nós classificamos “rico” como adjetivo porque está relacionado a “Abrão”, que é substantivo. Agora, no mesmo verso, observe que “muito” está relacionado a “rico”.  Portanto, “muito” é classificado como advérbio. Veja agora este outro verso: “Teu pai sabe muito bem que achei graça...” (1Sm 20.3a). Agora “muito” é advérbio porque está relacionado a “bem”, que é advérbio, porque está relacionado a “sabe”, que é verbo.  Até aqui vimos que advérbio é palavra que se relaciona a verbo, adjetivo e advérbio. Mas veja agora o verso seguinte: “Verdadeiramente pequei contra o Senhor” (Js 7.20). Neste verso, “verdadeiramente” é advérbio porque está relacionado a “pequei contra o Senhor”, que é uma oração. Em resumo: classificamos a palavra como adjetivo se ela se relaciona a substantivo; como advérbio, se ela se relaciona a verbo, adjetivo, advérbio ou oração. E o que “vão” e “em vão” têm a ver com isso? É simples: devemos usar “vão” como adjetivo (relacionado a substantivo); e “em vão”, com função de advérbio (relacionado a verbo): “Mas o HOMEM VÃO é falto de entendimento” (Jó ll.12); “Se o Senhor não edificar a casa, EM VÃO TRABALHAM os que edificam” (Sl 127.1a). Como adjetivo é palavra variável, “vão” flexiona-se em “vã” com substantivo feminino: “Logo a FÉ É VÃ e a promessa é aniquilada” (Rm 4.14); “Por que se amotinam as gentes, e os povos imaginam COISAS VÃS?” (Sl 2.1). É bom prestar atenção a esses detalhes, porque muitos equívocos são cometidos. Frequentemente escreve-se “em vão” quando se deveria escrever “vão”, como, por exemplo, “um sacrifício em vão”, em vez de “um sacrifício vão”. 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar