Regras de aposentadoria para portador de câncer

O advogado previdenciarista ROBERTO ABREU COSTA resposta à seguinte pergunta:
Muda alguma coisa nas regras de aposentadoria para portador de câncer?

Eis a resposta, com atenção para o último parágrafo:

 

Em primeiro lugar, gostaria de ressaltar que para se adquirir uma aposentadoria, teremos que seguir alguns passos. A Lei 8.213/99 esclarece como adquiri-la. Há uma seqüência de exigências a serem cumpridas até chegar ao objetivo final. Além disso, a partir de 1998 com a Emenda Constitucional número 20, obter uma aposentadoria se tornou ainda mais difícil, pois novos “obstáculos” foram incorporados as exigências como por exemplo idade mínima para aposentadoria no caso homem, este terá que ter no mínimo 53 anos de idade e se mulher, esta terá que ter no mínimo 48 anos de idade, passa a vigorar a expectativa de vida, quanto mais idoso o segurado for maior sairá a sua aposentadoria, logo, aqueles que tendem a se aposentar mais jovens, terão um valor a receber reduzidíssimo com isso, o mais importante é observar e procurar alguém que entenda do assunto para não vir a se arrepender mais tarde.

Na maioria dos casos, o funcionário público da previdência social, não explica absolutamente nada, digo, com relação ao fato se aquele momento é o mais apropriado para se requerer uma aposentadoria. Há de se ressaltar que o funcionário público em muitos casos está altamente sobrecarregado o impedindo de dar um atendimento mais adequado e elucidativo.

Voltando a nossa pergunta, antes de tudo, se faz necessário explicar que o fato de uma pessoa ser portadora de câncer ou qualquer outra doença que o incapacite a exercer suas funções normais, ele deverá estar filiado ao INSS e ter no mínimo uma quantidade de contribuições necessária para solicitar qualquer tipo de beneficio. Se for contribuinte autônomo e nunca tiver contribuído para o INSS como empregado, terá que ter no mínimo 12 meses de contribuições. No caso de empregado a filiação será automática a assinatura da carteira profissional. Este se sofrer qualquer tipo de acidente, por exemplo, poderá recorrer ao INSS, após o prazo de competência deste e passar por uma perícia médica que dirá se ele terá direito ou não ao auxilio pretendido.

Visto isto, quando o individuo está acometido de algum problema de saúde, este deverá passar por uma perícia médica, pois a aposentadoria não se dá diretamente, a não ser em casos excepcionais, ou seja, o médico perito ao examinar o segurado, detecta de imediato o seu estado critico e o aposenta. Na maioria dos casos, o passo primeiro é o auxilio doença. Hoje com o avanço da medicina, seja qual for o quadro apresentado, a doença poderá ser reversível, tornando aquele individuo apto para o retorna ao trabalho. Dou como exemplo o caso dos portadores de HIV, logo no inicio da descoberta da doença em alguns pacientes no nosso país, não havia qualquer tipo de remédio que pudesse aliviar aquele sofrimento, somente os mais abastados financeiramente, conseguiam remédios para combatê-la, normalmente remédios experimentais e caríssimos encontrados nos Estados Unidos da América ou em países da Europa como França, Alemanha e Inglaterra. Com tantas dificuldades os mais pobres tendiam a morrer rapidamente sem qualquer tipo de tratamento adequado.

Com as novas descobertas e a quebra de patentes por parte do Governo Federal, os remédios passaram a ser desenvolvidos no Brasil e estas pessoas foram contempladas com a gratuidade destes medicamentos. Assim, aquela doença que no inicio era fatal, hoje já se tornou controlada e o portador de HIV tende a viver por muitos anos e talvez nem venha a falecer por aquele acometimento.

Diante disto, é justo dar-lhe alta, pois este se encontra com a sua saúde plena e com perfeitas condições de voltar as suas funções, cedendo aquele valor recebido a outros com problemas piores.

Com o portador de câncer não é diferente. As regras são as mesmas, se este se encontrar inapto para o trabalho, antes de qualquer coisa deverá requerer o auxílio doença, passará por uma perícia médica e caso não tenha mais condições de retorno ao trabalho o perito lhe concederá aposentadoria por invalidez.

Gostaria de ressaltar, que o aposentado por invalidez, não poderá retornar ao trabalho, pois o próprio nome já diz: invalidez. Caso retorne ao trabalho e o INSS consiga detectar o seu retorno, este terá que devolver o dinheiro recebido, pois estará caracterizado no ato de retorno ao trabalho uma ilegalidade. Além do que, podemos vislumbrar como um ato imoral.

 


Comentários   

 
0 #57 Prazer da PalavraValentina 24-07-2014 08:07
Does your website have a contact page? I'm having
a tough time locating it but, I'd like to shoot you an email.
I've got some recommendations for your blog you might be interested in hearing.
Either way, great website and I look forward to seeing it expand over time.



Here is my webpage :: crp-01.org.br, Valentina: http://www.crp-01.org.br/psiweb/index.php?title=This_will_not_change_my_opinion_of_him,
 
 
0 #56 Prazer da PalavraMatthew 23-07-2014 13:51
Thank you for the good writeup. It in fact was
a amusement account it. Look advanced to more added agreeable from you!

By the way, how could we communicate?

My web page ... dominaforum.net (Matthew: http://www.dominaforum.net/domina_toplist/index.php?a=stats&u=bettinanye)
 
 
0 #55 Cancer de MamaMaria Lúcia 11-07-2014 16:38
Trabalhava num Hospital com contrato por prazo indeterminado, fui dispensada no dia que descobri que estava com cancer de mama. Agora me disseram que eu tenho direito ao auxÌlio doença. Outras pessoas me disseram que teria que entrar com um ação contra a empresa porque não poderiam ter me dispensado. O que eu faço, o que vc acha melhor ?
 
 
0 #54 bBarry 04-03-2014 00:49
Bem-vindo à clínica de (Barry Medical). Você quer vender seus rins ou outros órgãos, e se assim para se candidatar a venda hoje, e você obterá a máxima satisfação que você me need.Contact por e-mail: ()
 
 
0 #53 aposentadoriasimone 13-02-2014 00:31
Oi operei cancer na tireoide no dia 08/03/13,e na cirurgia me foi sacrificado um nervo da voz do lado direito.Eu trabalho atendente numa farmacia e por esse motivo estou de lincenca ate hoje,tenho 33anos e assinei minha carteira em Junho de 1999 eu posso me aposentar por invalidez,já que só tenho uma corda vocal? me responda por favor.......... .
 
 
0 #52 AposentadoriMario Pirillo 02-12-2013 16:55
Boa tarde,

Sou portador de cancer e reaizaei uma cirurgia a qual possuou uma bolsa de estomi definitiva e foi amputado meu reto não tem com voltar ao normal.
além disso não posso mais carregar nenhum peso e fazer esforço por esse motivo.
Tenho já 28 anos de contribuição e 42 anos de idade. Sera que consigo me aposentar por invalidez.
email.:
 
 
+1 #51 cancerEdna Rocha da Costa 20-09-2013 20:15
fiz uma cirugia na coluna com 8 parafusos descobri um cancer estou em tratamento dia 10 de outubro de 2013 tenho outra prericia tenho chance de de me aposentar de vez? me responda por favor!
 
 
+1 #50 neopl.retosandro 02-09-2013 11:33
Dr. ainda caberia o periodo de graça, neste caso?
 
 
-1 #49 barnetgeneralhospital@gmail.combarnet general hospi 26-08-2013 09:15
Você quer comprar um rim ou você quer vender seu rim? você
em busca de uma oportunidade de vender seu rim por dinheiro devido a
financeira quebrar e você não sabe o que fazer em seguida, entre em contato conosco
hoje e vamos oferecer-lhe uma boa quantia para o seu rim. Estamos aqui
para ajudá-lo a comprar o seu rim e quem está disposto a vender deve
entre em contato conosco via e-mail
 
 
+1 #48 137471480230wagner armelin 19-08-2013 11:36
ola ,gostaria de saber de uma coisa ,meu padrasto estava com cançer de prostata,fez todo o prossedimento passando por cirurgia e radioterapia,e a sim que terminou todo o prossedimento o inss cancelou o auxilio doença,e negou a aposentadoria do mesmo,sendo que ele esta com muitos problemas ainda,como inchaço nas pernas,não consegue pegar nada pesado,e mesmo assim negaram aposentadoria para ele.
por favor como proceder com o caso,ele tem algum direito ou não!
obrigado desde já...
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar