Descoberto templo filisteu do tempo de Sansão

alt

Ao fazerem escavações no parque nacional de Tel Tzafit, perto de Kiryat Gat, em Israel, os pesquisadores descobriram um templo filisteu, junto com a evidência de um grande terremoto ocorrido durante os templos bíblicos. O sítio arqueológico está a bíblica cidade de Gate (Josué 11.22, Juízes 26.19, 1Samuel 5.8, 1Crônicas 20.5).
A descoberta do templo permitirá aos arqueólogos entender mais a arquitetura filisteia ao tempo de Sansão, quando destruiu o templo de Dagon. O professor Aren Maeir, da Universitdade de Bar-Ilan declarou: “Não estamos dizendo que este é o mesmo templo onde a história de Sansão ocorreu ou mesmo se ocorreu, mas nos dá uma boa idéia da imagem que quem escreveu a história tinha do templo filisteu”.
Quanto ao terremoto, os cientistas crêem que a destruída em Gate foi o resultado de um terremoto de 8 graus na escala Richter. Segundo Maeir, "sabemos que houve um famoso terremoto mencionado nos livros de Isaías e Amós.  Temos aqui uma evidência arqueológica muito antiga de um terremoto dramático, um evento natural que deixou uma impressão marcante nos profetas bíblicos de então".
Ainda segundo Maeir, a arquitetura do templo filisteu lança luz sobre o templo de Dagon, em particular sobre os dois pilares que sustentavam o centro da estrutura.
O sitio de Tel Tzafit contém uma das ruínas mais antigas de Israel e mostram a habitação contínua por seres humanos desde o quinto milênio antes de Cristo. Nele foram descobertos também indícios da destruição de Gate pelo rei Hazael, rei Aram-Damasco, por volta do ano 830 a.C. ("Nessa época, Hazael, rei da Síria, atacou Gate e a conquistou. Depois decidiu atacar Jerusalém" -- 2Reis 12.17), bem como de provas da primeira colonização filistéia em Canaã. Entre os itens desencavados, há equipamentos usados no cerco de Hazael durante o ataque a Gate.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar