VIVENDO COMO JESUS VIVEU (2)

Sim, nós podemos.
Nós podemos andar como Jesus andou.
E só andamos como Jesus andou andando. Andar começa no coração, mas termina nos pés. Não dá para caminhar só com o coração. Ou o cristianismo molda a nossa prática ou não é cristianismo. É na prática que o amor de Deus é aperfeiçoado (1João 2.5a).
Para andar como Jesus andou, precisamos reconhecer nossas limitações, mas desejar supera-las. Nosso temperamento pode não ser nosso melhor companheiro, mas é o que somos. Reconhecendo nossa própria realidade, podemos transforma-la. Quando insistimos em nega-la, nós a repetimos. Não podemos ser escravos do nosso temperamento.
Para andar como Jesus andou, precisamos conhecer a história de Jesus com profundidade. Enfrentou dificuldades como nós enfrentamos? Precisamos ver como Ele enfrentou as suas dificuldades, para ver como nos livraremos das nossas. Podemos conhecer a Jesus superficialmente e nos satisfazer, mas não andaremos como Ele andou. Quando conhecemos mais profundamente a história de Jesus, não ficamos satisfeitos porque vemos quanto temos para aprender sobre Ele e quanto temos a praticar com Ele.
Para andar como Jesus andou, precisamos pedir ao Espírito Santo que nos fortaleça em nossas fraquezas. Precisamos orar assim:

"Vem, Senhor, me guiar,
minha fé sustentar.
Fraco estou, débil sou sem vigor.
Quero as trevas deixar,
quero a luz alcançar.
Pela mão, vem guiar-me, Senhor!"
(Thomas Dorsey)

Para andar como Jesus andou, precisamos estar em Cristo (1João 2.5b). Esta expressão, que aparece umas cem vezes no Novo Testamento, indica que temos comunhão (mesmo ideal) e relacionamento com Jesus (que nos chama de amigos). Nossa vida há que ser uma extensão da vida de Jesus. Nossa vida tem que estar centrada em Jesus. Nossa vida começa quando a vida de Jesus começa em nós. Estar em Cristo é ser gerado por Cristo para andarmos como Ele andou.
O ideal é elevado, mas não podemos alcança-lo.

ISRAEL BELO DE AZEVEDO

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar