NOSSO EU VERDADEIRO - Quarta-feira, 12/07/17

Refletindo: 1Coríntios 4.7
 
O exagero sobre nós mesmos pode produzir efeitos sombrios na nossa vida. Alguns de nós, por fatores que quase sempre nos escapam, estamos sempre nos achando abaixo das expectativas a nosso respeito, algumas formuladas ainda na infância. Muitos adultos ainda ouvem os vaticínios dos seus pais de que não se acertariam na vida ou ainda imaginam como vivas as cobranças que seus pais lhes faziam na área dos estudos! Alguns, no entanto, por fatores igualmente pouco conhecidos, têm de si mesmos uma imagem além da que convém. Quantos funcionários se acham melhores do que os seus chefes! Quantos iniciantes, na sala do seu superior, se julgam merecedores de estar do outro lado da mesa! Em alguns casos, a ambição (moderada) é a alavanca que faz subir, mas em outros é a escada que só faz descer! A recomendação bíblica de que não devemos ter sobre nós mesmos um conceito mais elevado do que convém (Romanos 12.3) se aplica aos dois extremos, tanto a quem sofre de autoestima baixa quanto quem padece de vaidade.

_________________________

REPRODUÇÃO -- Autorizamos a reprodução deste conteúdo com a condição que seja citada a fonte nos seguintes termos: Reproduzido do site PRAZER DA PALAVRA, de Israel Belo de Azevedo, que pode ser ser acessado em www.prazerdapalavra.com.br.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)